Angela Marques-Foto.jpg

ÂNGELA MARQUES

Atriz, diretora e co-fundadora

Actriz profissional desde 1989 e professora na Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo (ESMAE). Colaborou com Teatro do Bolhão, Assédio Teatro, A Turma, A Oficina, Panmixia, Teatro Nacional São João, Teatro Art’Imagem, Teatro Experimental do Porto, Seiva Trupe, entre outros.

Doutoranda em Literaturas e Culturas na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas na Universidade Nova de Lisboa, Mestrado em Estudos Literários, Culturais e Interartes e Licenciatura em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

fernando-353x353.jpg

FERNANDO MOREIRA

Ator, diretor e co-fundador

Actor profissional desde 1989, encenador, dramaturgo e artista plástico. 

Colaborou com Ensemble, Panmixia, Teatro Nacional São João, Jangada Teatro, Teatro Art’Imagem, Visões Úteis, Teatro Experimental do Porto, Seiva Trupe, entre outros. 

 

Doutorando em Educação Artística, Mestrado em Artes Plásticas [Pintura] e Licenciatura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Clara Santos Costa-foto.jpg

CLARA SANTOS COSTA

Formadora e coordenadora pedagógica

Professora de Filosofia, com especialização em Filosofia com Crianças.

Licenciatura e Mestrado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

sandra-neves-353x353.jpg

SANDRA NEVES

Escultora e cenógrafa. 

Colaborou com o Jangada Teatro, Palmilha Dentada, Teatro de Marionetas do Porto e Teatro de Montemuro, entre outros. Dirige a associação cultural Trupe Fandanga. 

 

Licenciatura em Artes Plásticas [Escultura] pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Andr‚ Nunes - foto.jpg

ANDRÉ NUNES

Depois de ter estudado na Academia de música de Espinho, frequentou o curso de jazz na "Jazz ao Norte" e o Curso de Formação de Animadores Musicais na Casa da Música. É Professor em várias academias de música e diretor artístico no SomoS.Colectivo que é uma dupla que se dedica ao trabalho com comunidades.

 

Para além de ter trabalhado com vários grupos nacionais como o Retimbrar, Boitezuleika, Bezegol, Sensi, X-Wife e estrangeiros como Atongo Zimba, decide em 2017, lançar o Ep Cabaça, projecto em nome próprio.

CLÁUDIA SIMÕES

Nascida e criada no Porto, mas cidadã do mundo. É socióloga e professora de filosofia apaixonada pelo ensino de crianças, jovens e adultos, mas o que mais gosta de fazer é trekking e caminhadas na natureza.

Claudia Simäes - foto.jpg
Filomena Gigante-foto.jpg
jose_simoes_.png
Lu¡sa Calado - foto1.JPG

FILOMENA GIGANTE

JOSÉ ALEXANDRE SIMÕES

LUÍSA CALADO

Trabalhou sob a direcção de Castro Guedes, Fernando Moreira, João Lóio, João Mota, João Paulo Seara Cardoso, José Caldas, José Carretas, Júlio Cardoso, Júnior Sampaio, Lee Beagley, Margarida Carvalho e Renzo Sicco.

Em cinema, trabalhou com  Afonso Pimentel, Catarina Ricci, David Bonneville, Enrique Otero, Filipe Braga, Gabe Klinger, Jorge Pelicano, Luís Ismael, Luís Manuel Almeida, Miguel Alves, Rodrigo Areias e Vítor Erice.

Participou em séries e novelas para televisão.

Ministrou cursos de voz e teatro.  

Escreveu dois textos para teatro e letras para canções.

Nasce em Moçambique, Beira, um ano e quatro dias depois da Revolução dos Cravos. Graduado em Artes Plásticas Escultura pela Faculdade de Belas Artes da UP e 1/2 Mestre em Desenho Urbano: Arte, Cidade e Sociedade pela Faculdade de Belas Artes da UB, Espanha. Artista Visual e Videógrafo, autor do premiado vídeo "Como comem os Portugueses a Torrada em Pão de Forma" pelo Festival de Videoarte FUSO/Fundação EDP e do vídeo "What the Heck (are you doing in my town)" adquirido pela Galeria de Arte Municipal da CMP. Co-autor do projecto Roteiro Oficinal do Porto

Licenciada em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras do Porto e professora nesse âmbito, foi em televisão que decorreu o seu percurso profissional mais extenso. Trabalhou na RTP mais de trinta anos, primeiro como produtora e mais tarde no exercício de diversos cargos de chefia de Programas. 

Por paixão, curiosidade e tangência profissional, sempre foi próxima das manifestações culturais e das artes performativas. No teatro participou nas peças “Mulheres Móveis” e “Potencial Feminino”, levadas a palco pela Companhia de Teatro Astro Fingido. 

Sara-Costa-foto.jpg

SARA COSTA

Natural do Porto (1981). Em 2004 licenciou-se em Estudos Teatrais e em 2018 concluiu o Mestrado em Artes Cénicas na ESMAE. Colaborou profissionalmente como actriz, em trabalhos de teatro (Oficina, Musgo e Usina), cinema (“Amélia e Duarte” e “Entre Sombras” de Alice Eça Guimarães e Mónica Santos), televisão, dobragens e publicidade.

Trabalha recorrentemente com grupos amadores como directora artística e formadora em projectos como: as TITs do Teatro Oficina, “Então, Vamos!” da ADCL, PT-Paredes com Teatro, Projecto À Barca do Teatro do Bolhão, Curso Básico de Teatro da ACE e Oficina de Teatro Tou-In da Astro Fingido.